Tags

, ,


Não há razão para chorar, mesmo que tudo aquilo se acabe antes do desejado. Sem quaisquer justificativas, a certeza da finitude das coisas é inequívoca como inevitável fora aquele estalo universal chamado Big Bang; e nem há verdades ou mentiras, porque mesmo a chuva cairá feito um desfecho de um filme: último negativo a ganhar as telas em múltiplos pontos de luz.

Toda chuva tem um fim, e a canção molhada termina numa palavra brusca, grito resoluto em abismos profusos e profundos. Uma rua sem saída é escolhida ao acaso, porque o acaso também finda naquilo que se lhe apresenta mais espontâneo. Somos também peixes fora d’água, animais sozinhos tentando aprender com a chuva, com abraços gentis, com a semântica esquecida numa crônica de jornal.

A madrugada que se esconde quando a manhã chega favorece aos olhos que se fecham ainda mais, porque o sono da noite faz mais sentido quando o dia se impõe soberano. Mesmo naquelas horas em que o sol faz as vezes de tímido, poucos fogem à vontade de largar tudo, pegar uma cadeira de praia e dormir o sonho dos bem aventurados. E lágrimas são totalmente desnecessárias ao dia-a-dia, porque sempre chove e toda chuva tem fim.

Colocar palavras no papel tende a parecer uma perda proposital, porque assim que as palavras nos deixam, também deixamos algo ali, cientes de que é preciso envolver dramas comuns, situando o mínimo na forma do máximo, enlouquecendo atores de uma trama oca, cobrando sentidos daqueles que já não se querem mais sensíveis – porque estes são muitos, vagando sorrateiros nas esquinas urbanas.

E se me perguntarem o que me é estranho, trarei comigo a resposta pronta sobre a humanidade de ontem e amanhã, porque mesmo o progresso não me diz nada de concreto. E, entre crises e maçãs do amor, saberemos evitar cinismos e a inveja alheia, aprenderemos a apreciar o fim da chuva como a criança brincando molhada, e retribuiremos tudo o que nos foi dado como se estivéssemos cara a cara com um anjo pagão a nos sorrir um sorriso que também se acabará.

> Crônica publicada no Jornal Notícias do Dia em 19/11/2009.

Anúncios